Agora o meu livro "Pensamento estratégico é um lifestyle" está disponível em audiobook, clique aqui para conhecer.
x

Newsletter

Receba o conteúdo mensal :D

  • Mídias:

Terapia da escrita

Terapia da Escrita

Algumas pesquisas apontam que escrever sobre o que sentimentos nos ajuda a organizar emoções e superar traumas. Os resultados das pesquisas e os estudos foram difundidos pelo psicólogo James Pennebaker através do seu livro “Abra o Seu Coração – O poder da cura através da expressão das emoções”. Em suas pesquisas o autor identificou nos pacientes uma melhora significativa quando escreviam sobre o que sentiam. O ato de escrever sobre nossas emoções nos provoca a refletir sobre elas e buscar entendê-las. Esse processo de transformar ideias e sentimentos em palavras e assim criar um texto coerente que expresse o que sentimos, provoca a organização das emoções e a diluição do sofrimento. Relembrar a experiência e dar significado a ela, é capaz de reescrever nossas memórias e dar novos sentidos a elas, pois voltamos e regravamos as emoções em outro formato.

A terapia se torna efetiva quando somos capazes de escrever sobre o que sentimos e os nossos porquês, somente relatar os acontecimentos não gera melhora no indivíduo, seria como contar uma história sem refletir ou buscar dar sentido para o que aconteceu.  A expressão do sentimento e a compreensão de si, diminui a somatização, transtorno que leva problemas psicológicos a se transformarem em transtornos físicos. Quando organizados os pensamentos e os dramas psicológicos, há uma redução de cortisol, o hormônio do estresse, o que resulta no fortalecimento do sistema imunológico.

Através de um experimento dirigido na Carolina do Norte pelo psicólogo Joshua Smyth com 70 pacientes que sofriam de asma e artrite reumática, foi possível constatar a capacidade da terapia da escrita. Alguns pacientes que sofriam dos mesmos problemas foram instruídos a escrever sobre suas agendas, o que aconteceria nos seus dias, enquanto outro grupo estava na terapia da escrita efetivamente. Após 4 meses os resultados foram analisados, e o grupo que fazia a terapia da escrita apresentou melhoras significativas na respiração no caso de asma e mobilidade no caso de artrite reumática. Uma das possíveis explicações é que a terapia da escrita reduz os níveis de cortisol, e o sistema imunológico se fortalece.

Com o tempo a terapia da escrita indica um caminho de transformação e uma maior capacidade para dar sentido e entender os processos que passamos. O hábito da escrita capacita o indivíduo a uma reflexão mais intensa e uma experiência frente às emoções mais rica, o que melhora a vida do indivíduo e suas interações sociais.

Na prática

Não se prenda muito ao meio de escrever. Pode ser no papel, no computador ou até mesmo no celular. O importante é o exercício de organizar as ideias, compreende-las e dar significado.

15 ou 30 minutos, 3 vezes por semana, é uma ótima estratégia

Não direcione o texto a alguém específico, procurando culpados, heróis ou vítimas, a ideia é entender os acontecimentos e dar vazão aos sentimentos e memórias.

Lucas Conchetto - 2018